Dedetização de Pulgas

As pulgas são parasitas externos que pertencem a ordem Sephonaptera e se alimentam do sangue de mamíferos e aves.

Medem geralmente menos de 5 milímetros de comprimento e suas partes bucais são adaptadas para cortar a pele e sugar o sangue do hospedeiro.

Não têm asas, mas possuem pernas extremamente fortes, que as possibilita pular a uma distancia de um metro.

O ciclo de vida das pulgas resume-se em: fase de ovo, larva, pupa e adulto e se completa em aproximadamente 30 dias dependendo das condições.

Somente no estagio adulto as pulgas torna-se hematófago, ou seja, se alimentam de sangue.

Seus ovos e pupas são “impermeáveis” a inseticidas, sendo assim, o controle desta praga deve ser feito tanto através de medidas preventivas quanto curativas.

As pulgas não causam somente desconforto ao homem e seus animais domésticos, mas também transmitem diversas doenças graves como, tife, peste bubônica, dermatites alérgicas, viroses, vermes e tularemia e salmonelose.

As principais espécies são: Pulga do Homem (Pulex irritans), Pulga do Rato (Xenopsylla cheopis), Pulga do Gato (Ctenocephalides felis felis), e Pulga do Cão (Ctenocephalides canis).

Pulga do homem (Pulex irritans)

A pulga do homem (Pulex irritans) recebe esse “nome” pois vive em domicilio humano.

Ela também ataca outros hospedeiros, como cães, gatos e porcos. Raramente é encontrada no rato. Sua ocorrência é maior em casas muito velhas.

Pulga do gato (Ctenocephalides felis felis)

A pulga do gato, (Ctenocephalides felis felis), serve como hospedeiro de um parasita intestinal que é transmitido ao animal quando este ingere uma pulga que contém o cisto do verme.

Ela ataca também vários hospedeiros, tais como, o homem, o rato, o gato e o cão, e é capaz de transmitir diversas doenças ao homem alem de alergia. É mais comum nos climas quentes.

Pulga do cão (Ctenocephalides canis)

Assim como a Pulga do Gato, a Pulga do Cão (Ctenocephalides canis) serve como hospedeiro de um parasita intestinal que é transmitido ao animal quando este ingere uma pulga que contém o cisto do verme.

Em oposição ao próprio nome, essa espécie de pulga não é muito encontrada em cães que em geral possuem a pulga do gato, (Ctenocephalides felis felis). A Pulga do Cão ataca também outros hospedeiros como, o homem, o rato e o gato.

Pulga do rato (xenopsylla cheopis)

A pulga do rato (Xenopsylla cheopis), é uma espécie cosmopolita e brasiliensis. É a principal responsável pela transmissão da peste bubônica ou peste negra pela picada e transmissão do tifu miruno (doença infecciosa aguda) por meio das fezes.

O hospedeiro mais comum para esta espécie de pulga é o rato, principalmente as ratazanas, ou rato de esgoto, o rato de telhado, ou rato preto, e o camundongo.

No Estado de São Paulo a espécie Xenopsylla brasiliensis, que também é uma espécie de pulga do rato é mais comumente encontrada que Xenopsylla cheopis.

Métodos de prevenção

  • Cuide bem da higiene dos cães e gatos, mantendo sempre limpo seus locais de repouso,
  • Em caso de pisos de tacos ou tábuas, devem ser calafetados e encerados, pois a cera tem efeito desalojante,
  • Lave periodicamente os tapetes e capachos,
  • Limpar a casa pelo menos uma vez por semana, com o auxílio de um aspirador de pó. Desta maneira evita-se o acúmulo de poeiras nos tapetes, tacos e outros ambientes.
  • Realizar a limpeza periódica de quintais e jardins para evitar ambientes úmidos e adequados para o desenvolvimento das larvas.

Todos os serviços executados pela Desentupidora Amotec acompanham certificados de garantia.